Cursos disponíveis

Este curso é parte do itinerário formativo do Eixo Tecnológico de Informação e Comunicação para compor a certificação do curso de Formação Inicial e Continuada em Ferramentas do G-Suite para Educadores.

Bem-vindos ao curso “Gente cuidando de gente na atenção terciária”. A qualidade e a humanização dos serviços oferecidos nas organizações de saúde dependem de formação que ajude a produzir competências conceituais (conhecer), científicas (investigar e criar), técnicas (fazer) e comportamentais (cuidar e humanizar).

O presente curso de formação tem como objetivo principal capacitar profissionais para atuar no nível de atenção terciária em saúde (ATS), com efetividade técnica e humanizada.

Como a intenção deste módulo é criar um ambiente de aprendizagem interativo e agradável, procuramos trabalhar com atividades que, na realidade, são um convite para você, cursista e profissional da saúde, começar a refletir sobre as temáticas centrais. A ideia é que você possa problematizar alguns dos pontos sugeridos, fazer uma aproximação com os conceitos e, posteriormente, retornar a eles na leitura ou em alguma outra atividade .

BONS ESTUDOS!

A atenção secundária desempenha papel imprescindível na resolubilidade e integralidade da assistência à saúde, com ampliação do acesso a consultas e procedimentos especializados, articulando a Rede de Atenção à Saúde.

O olhar para a integralidade dos sujeitos em situação de vulnerabilidade alinha-se à constatação de que estes sujeitos possuem necessidades de diversas ordens e se encontram em um estado de suscetibilidade a um risco, devido à vivência em contextos de desigualdade e injustiça social.

Através deste módulo, pretende-se apresentar alguns conceitos para compreensão da definição de pessoas em situação de vulnerabilidade social, e os principais desafios ao acesso ao serviço de saúde na média complexidade. Espera-se contribuir para que profissionais e gestores de saúde compreendam o escopo de ações realizadas na média complexidade, e reconheçam melhores práticas em saúde a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

                        

Bons estudos!

Sejam bem-vindos ao Curso “Gente cuidando de gente na atenção primária”! A sua participação é muito importante e irá complementar, ainda mais, seus conhecimentos sobre o SUS e o cuidado humanizado em saúde.

Este curso tem como objetivo definir e descrever a Atenção Primária em Saúde (APS), com base na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), enfatizando os princípios e os valores da Política Nacional de Humanização (PNH),  para sua construção. Será abordada, também, a Estratégia de Saúde da Família (ESF), criada para dar suporte à atenção básica, em que serão explicados os princípios norteadores e organizacionais, composição da equipe, bem como seu processo de assistência, e a incrementação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

Para finalizar, serão abordadas estratégias de atenção primária em grupos especiais: população quilombola, população negra, população do campo e população em situação de rua. Essa temática é fundamental para estimular o entendimento sobre o primeiro nível de assistência à saúde, ofertado à comunidade, e ampliará sua qualificação profissional. 

Bem-vindos(as) ao curso “Implementando processos de monitoramento e avaliação”.

A Política Nacional de Humanização (PNH) da Atenção e Gestão no Sistema Único de Saúde – HumanizaSUS foi criada devido a necessidade de mudanças no modelo de atenção e gestão. Entretanto, para que ocorram mudanças é necessário o planejamento, monitoramento e avaliação das acóes e serviços com a finalidade de subsidiar a tomada de decisão quanto aos esforços necessários para aprimoramento da PNH.

Sistemas de monitoramento e avaliação cada vez mais eficientes no contexto da Humanização em serviços de saúde são necessários e urgentes. Portanto, torna-se essencial a capacitação de gestores, profissionais de saúde e usuários para que juntos desenvolvam sistemas capazes de melhorar esses serviços.

A finalidade desse módulo é capacitar você a desenvolver sistemas de monitoramento e avaliação eficiente em sua esfera de atuação no contexto da Humanização para atuar prioritariamente junto de pessoas em situação de vulnerabilidade social: população de negros e quilombolas; pessoas em situação de rua; populações do campo, da floresta e das águas.

A organização dos espaços de trabalho na saúde diz respeito ao conceito de Ambiência, a qual se refere ao tratamento dado ao espaço físico entendido como espaço social, profissional e de relações interpessoais que devem proporcionar atenção acolhedora, resolutiva e humana. O curso tratará sobre a organização de espaços saudáveis e acolhedores de trabalho, sobre a ambiência e suas interfaces com outros dispositivos da Política Nacional de Humanização (PNH).

O curso "Ética profissional na saúde" abordará a ética como base da conduta humanizada, discutindo dentro dos serviços de saúde e na comunidade a relação do processo de trabalho dos profissionais de saúde e dos gestores(as) com os princípios da ética, para a compreensão de direitos e deveres. A humanização será vista como tema ético transversal na atenção, gestão e educação em saúde.

Seja Bem-Vindo (a)!

É com imenso prazer que recebemos você em nosso curso, “A garantia dos direitos dos usuários do SUS: um foco na humanização”, que tem o objetivo de conhecer o direito fundamental à vida e à saúde, de forma humanizada, garantindo o acesso aos serviços e ações na rede pública de saúde.

Apresentamos ao cursista, os principais direitos dos usuários do SUS, o conceito de humanização inserido na Política Nacional de Humanização (PNH), com foco na atuação humanizada do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS). Dessa forma, pretende-se proporcionar, uma análise crítica quanto a formação de uma perspectiva mais coerente com a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) e, nossa Constituição Brasileira de 1988.

Esperamos que a(o) cursista, alcance seus objetivos e resultados em relação a este curso, que ampliando seus conhecimentos e promovendo um melhor acolhimento e atendimento às necessidades de pessoas que precisam de um olhar mais humanizado.

Lembre-se: você é o maior responsável pela sua APRENDIZAGEM!

BONS ESTUDOS!

Bem-vindo(a) ao Curso "Ações de inclusão em saúde - a dor, as relações de ajuda e a empatia profissional" do Projeto “Educação em Saúde: fortalecimento das ações de proteção a pessoas em situação de vulnerabilidade social”.

Esse curso foi elaborado para auxiliar os profissionais que trabalham na área da saúde, visando ampliar o olhar para nosso quinto sinal vital: a DOR.

A dor afeta a qualidade de vida das pessoas, causando prejuízos em vários aspectos e, por isso, o conhecimento para o seu adequado gerenciamento se torna necessário.

Dessa forma, o curso visa promover uma reflexão sobre a qualidade do serviço desenvolvido e ampliar a assistência integral aos pacientes com dores agudas e crônicas. Além disso, enfatizamos a importância da empatia profissional, da avaliação e dos tratamentos que podem e devem ser prestados ao indivíduo com dor.

Temos grande satisfação em tê-lo conosco no Curso “Acolhimento baseado em critérios de risco”.

O conhecimento da temática em questão é essencial para aceitação e esclarecimento da comunidade acerca do novo modelo de atendimento nas Unidades de Atenção à Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Esperamos alcançar suas expectativas quanto a esta temática e aprimorar seus conhecimentos para melhor entendimento sobre Acolhimento e Classificação de risco.

Gostaríamos que, neste momento de aprendizado, pudesse lembrar de suas vivências com pessoas que possuíam necessidades diversas e pensasse no que  você poderia melhorar no atendimento dessas necessidades.  Pense, ainda, em como se deu o acolhimento e classificação de risco nesse atendimento, pois é com essa motivação que estaremos juntos nesse novo desafio.

A sua missão agora será estudar, aprender e, com base nos novos conhecimentos adquiridos, facilitar a interação  com as pessoas que necessitam de atendimento nas Unidades do Sistema Único de Saúde. Boa sorte e que os estudos possam te deixar motivado.

Bom aproveitamento neste processo de aprendizado conjunto.

Olá! Seja bem-vindo (a) ao curso Entrelaçando o Sistema Único de Saúde, a Política Nacional de Humanização e a Saúde do Trabalhador. É com muita satisfação que recebemos você em nosso curso, que tem a proposta de discutir e refletir sobre as práticas humanizadas no SUS voltadas para a saúde do trabalhador, com ênfase na atenção básica.

Nossa proposta é que você compreenda o processo de trabalho humanizado mediante a reflexão em situações reais do seu cotidiano. Nessa proposta, iremos discutir sobre o assunto de forma qu possamos construir e reconstruir aprendizados e propostas de soluções identificadas por você cursista.

A intenção é que você desenvolva um novo olhar e novas ações com o conhecimento teórico e com a reflexão que será feita durante todo esse curso. Esperamos que o conteúdo seja útil para você e para a sua comunidade. Bom estudo!

Bem-vindo (a) ao curso "A minha voz, a minha vez! Gestão Participativa no SUS". Esse curso visa à explanação de conceitos básicos, fundamentais para a compreensão sobre a gestão compartilhada em saúde.

A Constituição Federal, de 1988, em seu artigo 198, traz as diretrizes sobre ações e serviços públicos de saúde, uma das quais trata da participação da sociedade, da descentralização e do atendimento integral.

Neste curso, destacamos a importância da pactuação para efetividade do direito constitucional à saúde.

Seja muito bem-vindo (a) ao curso sobre os Princípios Norteadores da Política de Humanização da Saúde

Antes de se falar em política e diretrizes é preciso entender que humanização é um processo baseado no respeito, que surgiu com a necessidade de reduzir os efeitos prejudiciais da hospitalização, combatendo a violência na área da saúde, com a finalidade, também, de implementar uma gestão participativa, tendo como princípios as bases éticas e humanistas (YASUKAWA, 2012).

A Política Nacional de Humanização (PNH) existe desde o ano de 2003 para aplicar os princípios do SUS na atenção e gestão, envolvendo todos os sujeitos: paciente, acompanhante e profissional (BRASIL, 2003).

A PNH é como um recurso mobilizado para lidar e intervir nos problemas existentes no SUS.

Olá, cursista, bem-vindo(a) ao curso sobre Redes de Atenção e Linhas de Cuidado. Neste curso você compreenderá a apropriação do direito à saúde a partir da proposta da atenção integrada.

Vivemos um contexto de grandes mudanças relacionadas ao processo de adoecimento e acesso à saúde e, no âmbito da promoção da saúde, a perspectiva das Redes de Atenção e Linhas de Cuidado se confirma como força motriz da universalidade, integralidade, equidade e humanização.

Sendo assim, ao conhecer e refletir sobre essa nova proposta de reestruturação das práticas de atenção e cuidado, oportuniza-se além do entendimento sobre funcionamento, sustentabilidade e organização do sistema de saúde brasileiro, o fortalecimento da cidadania e empoderamento social.

Sejam bem-vindos ao curso “De onde saímos e onde estamos - Avanços e desafios das Políticas de Saúde no Brasil.”! Vamos refletir um pouco mais sobre os avanços e desafios das políticas de saúde no Brasil. É preciso repensar a trajetória das políticas de saúde no Brasil para reconhecer o quanto o Sistema de Saúde, através das suas políticas, evoluiu e também verificar os impasses e/ou dificuldades que necessitam de estratégias para superação!!!


Este curso tem como objetivo desenvolver uma análise crítico-reflexiva sobre os avanços e desafios das políticas de saúde no Brasil no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS). Há a necessidade de reconhecer a evolução das políticas de saúde no Brasil no contexto do SUS, percebendo o seu crescimento nos últimos 31 anos. Verifica-se o quanto a oferta de serviços de saúde na rede assistencial aumentou, e também o acesso aos serviços de saúde. Por outro lado, aliado a esse aumento, o cenário exigiu uma mudança no perfil dos recursos humanos na saúde.


Ainda há muito o que caminhar e avançar, pois temos desafios a enfrentar no cotidiano da saúde no Brasil e no cenário regional. Precisamos fortalecer o SUS como política pública de saúde.
Então, convido você a fazer esse percurso, observando o crescimento das políticas de saúde no Brasil e propor estratégias para o enfrentamento dos desafios, de maneira a fortalecer o sistema de saúde brasileiro.

Bem-vindo(a) ao módulo de Ambientação do curso Conhecer para acreditar - histórico e princípios do SUS, parte integrante do projeto "Educação em Saúde: fortalecimento das ações de proteção a pessoas em situação de vulnerabilidade social". 

Este curso visa definir o Sistema Único de Saúde (SUS) e descrever suas origens. No decorrer do curso, serão apresentados os principais acontecimentos históricos relacionados à evolução do sistema de saúde brasileiro, desde a chegada da família real ao Brasil até a implantação do SUS. Iremos destacar os aspectos conceituais e políticos da Reforma Sanitária que foram essenciais para a implementação e consolidação do SUS nos moldes atuais.

Além disso, abordaremos os marcos legais e normativos do SUS, suas atribuições e abrangência, bem como discutiremos seus princípios e diretrizes, uma vez que são fundamentais para o enfrentamento dos problemas do sistema de saúde e, portanto, importantes para a sua qualificação.

O projeto Educação em Saúde é uma parceria do Ministério da Saúde - Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, que tem como objeto: “Capacitar, na modalidade Educação a Distância (EaD), profissionais da saúde, lideranças de movimentos sociais, conselheiros e profissionais da Assistência Social e da Educação em temas da Saúde, prioritariamente, no estado do Maranhão”.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, antigo Centro Federal de Educação Tecnológica de Maranhão (CEFET/MA), é uma instituição que oferece educação básica, profissional e superior. É uma Autarquia com atuação no estado do Maranhão, detentora de autonomia administrativa, patrimonial, financeira, didático-pedagógica e disciplinar.

Possui excelência em seus cursos superiores, sendo principalmente a área de engenharia que mais se destaca, por serem reconhecidas pelo alto nível de qualidade. No ensino básico, o IFMA é conhecido por possuir um seletivo altamente concorrido e com elevado grau de dificuldade.

O Instituto Federal do Maranhão possui 29 campi em 27 cidades do Maranhão, sendo elas: Açailândia, Alcântara, Araioses, Bacabal, Barra do Corda, Barreirinhas, Buriticupu, Carolina, Caxias, Codó, Coelho Neto, Grajaú, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, Porto Franco, Rosário, Santa Inês, São José de Ribamar, São João dos Patos, São Luís – Centro Histórico, São Luís – Maracanã, São Luís – Monte Castelo, São Raimundo das Mangabeiras, Timon, Viana e Zé Doca.